sexta-feira, 16 de maio de 2008

Doroni Hilgenberg


Poeta
Sou animal destemido
sou fantasma assombrador
sou cadáver ambulante
sou um pobre sofredor...
Sou louco e sou prudente
sou anjo e mau caráter
sou criança impertinente
sou a vida, sou a morte...
Sou a lenda, o mito, o homem
sou o ódio, o amor e luz
sou herói sem ter por quê...
Sou o sol, o céu, a terra
sou a flor, o ar, o vento
sou um ser transfigurado!
(Doroni Hilgenberg)

3 comentários:

doroni disse...

Oi Graciela,
Adorei ver meu poema " Um poeta" editado em seu Blog. A imagem que o acompanha é linda.
Vou divulgar .
Bjsssss e meu carinho

carlos mota disse...

oi Graciela,
fui convidado pela Doroni para ver seu poema postado por tí
gostei do poema e de tua iniciativa e portanto parabéns,
beijo,

Malu Freitas disse...

O Poeta

O Poeta é meio louco, meio chorão
Escreve sobre o que te encanta.
Para simplesmente encantar seu coração.
A cada esquina que passa. Encontra uma paixão.
Só se sente feliz
Sozinho na escuridão.
Ouve o clamor de um poeta
Mesmo não tendo solução. Para atingir uma meta.
Tem sempre um lápis, um papel de carta nas mãos.
Ouve o clamor do poeta.
Que desperta em seu coração
Triste são aqueles que não sabem dividir sua solidão.
Mais há de um dia o poeta.
Achar um coração que se encante pelo amor do poeta.
Que caminha triste na contramão.

Malu Freitas

Querida este é para você e a sua versão sobre o poeta que amei quando li.
Abraços poéticos!