domingo, 15 de novembro de 2009

OLHOS VERDES


OLHOS VERDES

Olhos verdes
gotas de oceano diluídas
no cristal de luz das retinas
brisa refrescante
Olhos verdes
florestas tropicais
grama molhada
banho de chuva
repentino sôpro
Olhos verdes
Perfume de ervas
flores do campo
brilho na tarde
mar sereno
Olhos verdes
trazendo o norte
sorte indizível
graça impensável
berço aconchegante
Olhos verdes
profunda onda
insondável mistério
etérea energia
iluminando as trevas
Teus olhos verdes
Verde esperança
fugaz bonança
deslumbrante momento
eterno encantamento!
(Ana Wagner)

1 comentários:

Ana Maria disse...

LINDO POEMA. Também sou POETA. amei!
No orkut sou Águia Blue!